Naquela Tarde…

Naquela tarde, você me deu um pouco do seu corpo, com toda a suavidade da sua pele e o calor que saía dela…

Seu Rabo

“Perco-me nos contornos indecentes do seu majestoso rabo e faço-me escravo dos seus caprichos …”