Sussuros…

sussurro

Então, ao final de tudo que vivemos, acabo rendendo-me aos seus caprichos. Sou eu quem deve lutar contra essa prepotência insuportável, mas meu desejo fala mais alto; é um tesão tão, tão genuíno que termino encharcada, cada vez que os pensamentos sobre seu toque, seu cheiro e seu sexo invadem minha mente. Tento recuperar meu fôlego, mas perco-me completamente na sintonia inebriante da sua voz rouca, que sussurra baixinho qual será a próxima parte do meu corpo que você vai explorar…

Não Me Leve a Mal…

Marie

Não me leve a mal, mas não consigo evitar que meus pensamentos voem soltos para outros corpos, para outros toques… sinto seu calor invadir meu espaço sagrado e divido minhas aflições e líquidos com você, nesses segundos que insistem em passar tão rápido, que já não me lembro porque trouxe alguém mais para a nossa cama, mas não me atrevo a te dizer nomes nem detalhes sórdidos. Não me leve a mal, meu gozo é compartilhado com você, mas meu tesão… meu tesão só conserva comigo.

A parte que me separa de você…

corpos

A parte que me separa de você é anexa ao meu prazer mais pungente, que insiste em lembrar-me dos poros que se abrem em um compasso de alegria e desespero, que aguardam o calor sufocante que exala da sua pele e que regozijam ao toque suave dos seus pelos mais escondidos…

Arrepiada

toque2.jpg

Me arrepia sentir o toque dos seus dedos, da sua língua e do seu rosto colado ao meu corpo. Me arrepia sentir seus pelos encostando na superfície da minha pele, abrindo caminho para suas mãos contornarem a envergadura dos meus mamilos e os precipícios das minhas dobras mais escondidas. Mas o que mais me arrepia é sentir o seu olhar pungente do desejo de entrar dentro de mim…

Teu Calor

Às vezes, tudo que preciso é do seu corpo aquecendo minha alma; preciso do calor que sai de dentro de você, que me invade em doses cavalares de tesão e vontade, na medida certa da minha aflição… é ele, o seu calor, que me faz transbordar de desejo e me mostra o caminho do meu orgasmo mais improvável, que me machuca de tanto esperar, que me enlouquece e me faz arder de prazer.

Quero dar meu “furo”…


Quero poder dar o meu furo de forma feroz e lasciva; quero abster meu ser de recato e sensatez e proliferar a divina agonia que antecede o gozo preliminar e fulgaz, aquele que não precede de julgamentos e de ressalvas, e que imprime dor e prazer na mesma intensidade viril que projetam os homens de bem de uma sociedade falida e dependente de sexo bom na mesma medida da sua ordem e seu progresso…

Meu Carnaval

meucarnaval

Vejo blocos desfilando felicidade pelas ruas cinzas de uma cidade lotada de corpos e desejos ilimitados. Vejo o esforço cotidiano dos foliões sedentos para alcançar a plenitude do gozo puto, aquele que não precisamos de muito para atingir e que o descartamos logo em seguida, para procurar por algo mais forte. Vejo uma multidão de orgasmos concentrados em vários momentos deste carnaval, mas em todos os reflexos desse deleite de prazer, só consigo enxergar seu rosto nesse mar de sexo. Porque você é meu carnaval…

Me diga uma coisa…

Me diga uma coisa, uma só e eu me calo: você sente calor quando está ao meu lado? Sente frio também? E sente que o mundo vai acabar no exato momento em que nos tocarmos? Você sente o que eu sinto? E sente que vai desmoronar se eu não me virar e correr para os seus braços? Você sente? Sente meus dedos entrando tão fundo, mas, tão fundo, que conseguem tocar no vazio da sua alma e fazer você acordar desse sonho que parecia ser eterno, até o momento em que te invadi e te encharquei de prazer? Você sente?

Milhões de Motivos

Você pode me dar milhões de motivos para ir embora. Pode me dizer os motivos pelo qual não quer mais o meu  meu calor, o peso do meu corpo sobre o seu e a umidade da minha saliva com a sua. Você pode fingir que já não sente nada, que seus desejos mudaram, que sua vontade secou; e, ainda assim, eu não vou acreditar em você. Porque eu sei que depois do gozo almejado e da mente vazia com a nostalgia dessa paz passageira, é em mim que você vai pensar. Em mim, na maciez das minhas dobras e nos cantos mais escondidos do meu corpo…

“Gosto Doce”

suapele

Deslizo minhas mãos suaves pela sua pele seca até atingir a superfície molhada da sua boca, que renova minha vontade em continuar explorando suas curvas e suas dobras. Sinto o cheiro inebriante que sai dos seus poros, que me enlouquece e me instiga a continuar massageando cada centímetro do seu corpo. Por fim, saboreio o gosto doce que sai de você, que escorre pelas suas pernas e se mistura pecaminosamente na minha saliva. Escuto os gemidos propagados com sua voz rouca e aprecio a maravilha que é te ver contorcendo de prazer só com o toque da minha língua…

Meu Pecado…

Meu pecado é te olhar com tanta vontade que meus poros se abrem e meus pelos se levantam. Meu pecado é te querer com ganância suficiente para devorar cada espaço do seu corpo sem deixar nenhum fluído escapar da minha boca. Meu pecado é querer mais do que você teria para me entregar; é pensar na dor que eu causaria com o furor da minha vontade. Meu pecado é querer demais sem me importar com o tempo que você precisaria para me acompanhar. Meu pecado é desejar ter você inteira, sem nenhum pudor ou cerimônia. E meus pensamentos são tão imorais e sujos que jamais poderia compartilha-los com você…

Quando estou com você…

Quando espero por você, espero molhada; quando você chega, já estou encharcada. Quando sinto seu toque bruto nas dobras do meu corpo escorregadio me estremeço de prazer; quando sinto sua língua nas minhas cavidades te convido a entrar, e quando você ameaça ir mais fundo dentro da parte mais privada do meu corpo eu digo sim com o meu olhar. Espero que você me deixe ainda mais molhada com o seu líquido e, quando você parece já ter cansado de usar o meu corpo, eu te convenço a ir além e tentar outras partes dele…

Sua Boca…

boca

Sua boca consegue fazer com que eu me cale. Me calo com você dentro de mim, com a sua boca acariciando minha vontade; com sua boca lambendo meu tesão e com ela, devorando tudo o que há de mais libertino no meu corpo nu. Sua boca me acalma e me maltrata; ela me diz a hora de acordar para esse prazer insano que só você me traz e dita o ritmo que eu tenho que seguir para te acompanhar. Sua boca permite que eu acesse o lugar mais secreto do meu prazer e só ela transforma meu desejo em um gozo doído, com cheiro de saliva e gosto de intimidade…

Seu Sabor

Marie

Tento aliviar meu calor com os movimentos dos meus dedos, todos unidos em doses providenciais de toque e pressão, em compassos descasados de angústia e alegria, de gozo e contemplação. Meu corpo agradece os lampejos de satisfação, mas me pede aflito um pouco do seu sabor para nortear meus desejos, para me mostrar o caminho e para curar a vontade que é ter você dentro de mim…

“Bem ali”

bemali

Você me deixa louca quando me toca bem ali… no ponto em que mais emociona meu corpo, que faz me desdobrar de prazer ao pensar em todas as possibilidades e em todo caminho que será percorrido até você cansar. É ali, bem ali, que você acessa minha parte mais íntima, onde meu pudor dá espaço para seus carinhos brutos e urgentes; onde sinto sua pulsação de forma corrente e viril. É bem ali que você deixa de ser um simples amante e se torna, por alguns segundos intensos, parte de mim.

 

Seu Toque…

Minha mente trabalha incessantemente, meu corpo queima e minha vontade sublima a razão de não tê-la por perto. É minha alma que pede sem pudor o seu toque pecaminoso, rejeitado pelas tradições e esculpido pelo prazer de ter você aqui, entre minhas pernas e dentro do meu santuário. Porque o meu desejo pode ser sujo aos olhos dos bons moços, mas é cristalino no momento em que enxergo você: desnuda, linda e minha…

“Atrás”

olhar3

Quando você me perguntar por onde vamos, saiba que a resposta será sempre “atrás”. E quando você quiser encarar o meu olhar saiba que eu darei a minha melhor versão, direta, inteira, inclinada. Não te espero nos limites claustrofóbicos da sua cama, te espero em pé, voluptuosa e arredondada. E se quiser saber como eu gosto, você vai ter que lá atrás descobrir…

Sem Pudor

tumblr_m7kup8a5ny1qmowaco1_500_large

Tudo o que eu peço é a sua liberdade em forma de entrega. Tudo que quero é o toque aveludado, o som frenético como quem dança extasiado em uma segunda-feira de carnaval e o olhar singelo de quem diz “me ame ou me come”. Tudo que eu preciso é de você assim, inteira à minha espera, saltitante, molhada, sem pudor…

Depois…

mulherdormindo copia

Depois de tudo que passamos, escondo a minha felicidade em um lugar bem próximo dos meus seios, daqueles que foram generosamente acariciados e beijados pela sua boca sedenta de vontade. Deixo essa felicidade descer pela minha barriga até encontrar minha extremidade mais íntima e vulgar. Faço das lembranças um carnaval de emoções e choro de prazer quando seu rosto vem à minha mente. Me entrego novamente a você, em silêncio, à distância e escondida entre meus edredons…

Lá Longe…

Lá longe está o teu corpo, que contemplo em um olhar sedento. Que imagino se virando em várias formas e poses, que recito em poesias a beleza das curvas e da pele macia, que limpa, espera pelo meu toque. Te vejo longe, distante, inacessível. Te vejo de longe e, mesmo sem poder te alcançar, te vejo pronta para mim. De longe te sinto perto de mim, dentro das minhas veias, que insistem em pulsar quando grito seu nome na minha mente suja e desordenada. Te penetro com toda a vontade do mundo, em silêncio e devagar, mesmo estando longe…

Ela…

casalnu2

Ela me disse não. Eu respeitei. Me disse depois que poderíamos tentar, sem pressa. Comecei devagar, atendendo seu pedido. Fui gentil e delicado, até o momento em que ela se abriu toda e se esqueceu quem era. E foi ali, nas interseções dos lençóis sujos e dos corpos amassados, que nos tornamos um só. Sem pudor, sem pecado, sem restrição…

Estou Olhando Você…

amor

Sempre que você está assim, distraída, eu estou olhando você. Eu observo seus pequenos movimentos, o volume que seu corpo faz cada vez que você se contrai e a sua expressão relaxada cada vez que você se estica. Eu experimento suas dobras com a vontade do meu olhar, sacio minha curiosidade com a sua beleza e sinto o toque aveludado da sua pele só com o desejo do que observo…

Estremece

pele2

Meu corpo se estremece de prazer só em olhar para você. O calor da sua língua em contraste com a pele áspera ao redor dos seus lábios me faz gemer de prazer. Espero ansiosa suas mãos grossas apertarem minha carne com brutalidade e com vontade. Sou totalmente sua e faço do meu corpo sua morada sempre que você sentir fome ou frio…

Embaixo dos Lençóis

bunda

Embaixo dos lençóis se esconde sua fraqueza. Embaixo deles você me aceita: nua, inteira, devassa. Embaixo dos lençóis você me excita e me encontra. Você me manipula, me encoraja e me entrega o seu gozo. Embaixo deles, dos lençóis melados, você se esquece da vida e me diz que é minha… embaixo dos lençóis e em cima de mim…

Molhada

mariapoetafoto

Molhada para você, entre minhas pernas e na dobra da minha nuca. Molhada de suor, do meu suor e do seu. Molhada pela água do banho que escorre pelas minhas costas até alcançar meu rabo. Molhada por dentro e por fora. Molhada por você, em todos os meus cantos, com todos os seus líquidos…

Entregue…

sex

Hoje eu quero você assim: entregue. Quero seu corpo dentro de mim, quero sentir seus líquidos me encharcando, sua pressão me machucando e suas veias saltando. Quero ver seu rosto de dor enquanto exprime seus mais sinceros sussurros de prazer. Quero ver seus olhos se fechando e sua respiração aumentando. Quero você duro, firme, viril. E depois quero sentir a suavidade da sua despedida, pendendo cansado e esgotado de tanto entusiasmo. Ao final, quero te ver assim: melado, extasiado e feliz…

Seu Abraço

casalnu4Não quero seu sexo, quero o seu abraço. Não quero seu gozo, quero o seu amor. Não quero ser o seu prazer, quero ser o mundo, com todas as cores que você precisar para que ele fique mais real. Quero ser a sua inspiração para seguir em frente, quero ser o seu sorriso aparentemente sem motivo e a sua respiração mais profunda quando meu rosto aparecer sorrateiro na sua mente. Quero que grite meu nome com todas as forças dos seus músculos mais torneados e quero que me enterneça de carinho todas as vezes em que se deitar ao meu lado…

Seu Olhar

olhar

E depois de tudo… A única coisa que lembro é do seu olhar. Do olhar sedutor, do olhar promíscuo, do olhar faminto. Desse olhar que me deixou constrangida… E “dormente”. Desse olhar que me fez entregar tudo o que eu não sabia que tinha para dar, mas dei. E daria mais toda vez que você me pedisse assim, com esse olhar fixo e obcecado. É esse olhar que busco nas minhas memórias toda vez que penso em você, o olhar de pedinte que me exige resposta e não admite negativas. Esse olhar que me invadiu por completo e que me deu outras possibilidades de amar. Amar sem medo de encarar o seu desejo, através do seu olhar maquiavélico e voraz. E se você me perguntar o que eu quero? Quero que você me olhe. Desse jeito… de novo.

Te Amo!

Te amo! É o que tenho vontade de dizer quando penso “nele”. Naquele abraço apertado que me aquece e me acomoda generosamente no seu peito. Ele, que me chama de puta e me olha com ternura quando me vê escovar os dentes. Ele, que está aí quando eu preciso e quando não preciso também, mas quero. Ele, que me deixa com vontade e que não me satisfaz sempre, só para me dar um gosto de quero mais. Ele, que me sufoca de tesão e que me estimula a ser mais. Ele, que me dá o que eu nem pedi. Ele que me quer mesmo com o cabelo despenteado e a depilação atrasada. Ele, que não se importa pelas futilidades do dia-a-dia e que não exige o conhecimento político-financeiro do cotidiano, mas que me faz ler mais do que eu necessitaria para me sentir culta. Ele, que me faz parir para perpetuar a nossa linhagem pelo Mundo. Ele, que me cheira inteira e sorri de satisfação. Ele, que é muito mais do que um amigo e um pouco menos que um amante. Ele, que consegue encontrar o equilíbrio perfeito entre os hemisférios norte e sul do meu corpo… para ele eu digo: Te amo!

Molhada

Molhada espero por seu toque. Molhada me contorço de prazer só de pensar na sua língua deslizando por todos os meus contornos e absorvendo os líquidos que saem do meu corpo em direção ao seu. Molhada me entrego para você, sem pudor, sem pressa, sem direção. Molhada, dou o melhor de mim, o meu espaço sagrado e o meu espaço restrito também. Molhada, sou completamente sua, de todas as formas e do jeito que você quiser…

Vontade de Você

casal2

Vontade de engolir você. De engolir suas dobras, suas curvas, seu eu. Vontade de você dentro de mim, da sua pele contra a minha, do cheiro do seu shampoo, do suor quente que escorre, da saliva que molha minha genitália, do pudor que você tem quando te olho assim, exposta. Vontade de engolir você, inteira…

Te espero

casalnu2

Te espero com braços abertos e mãos apertadas. Te espero com aflição entre minhas pernas e com gosto de saliva em excesso. Te espero nua, aberta, exposta. Te espero com vontade e espero que seja uma entrada devastadora. Mas espero também que seja demorado e que seja suave o beijo de amor que você vai me dar, bem ali, no meu espaço mais sagrado e mais escondido…

Meu Gozo

nuaporta

Meu gozo é mais molhado quando estou com você. É mais intenso e verdadeiro quando vem através do seu toque. Meu gozo se transforma em oração quando você me abençoa, vira música quando você me toca e escorre como uma cachoeira quando você, simplesmente, me olha. O gozo é meu e a culpa, é sua…

Meu

sexy7

Meu. É meu todo o seu tesão. É meu o seu desejo, o seu corpo, o seu calor. É meu tudo o que vem de você, com sabor salgado e cheiro doce. É todo meu o seu amor, demonstrado através do seu toque ou da sua permissão para as minhas entradas. É meu o seu universo mais oculto, aquele em que a sua verdade aparece nua, sem encenação e sem pudor.

Toque

sexy16

Se alguém tocar seu corpo como eu, não diga nada. Se detenha ao silêncio que sua alma pede, perceba os segundos que se esvaem pelos dedos dele e pressione seu sexo com vigor. E enquanto ele toca suas partes mais frágeis, se lembre de mim, com saudade e vontade…

Distraída

mulhersexy

Distraída com o som da sua voz, caminho em passos lentos. Distraíada com toque da sua mão no meu corpo, vago pela rua. Distraída com o sabor dos seus líquidos, engulo meu café sem gosto. Distraída por seu olhar faminto eu me aproximo. Distraída por você, eu me apaixono e me entrego…

Entre Nós…

bruno-gagliasso-compartilha-fotos-calientes-de-seu-ensaio-com-a-mulher

Entre seus lábios os meus escorrem de prazer. Entre suas mãos meu corpo se estremece de tesão. Entre minhas pernas você controla minha vida, me guia pelos caminhos mais óbvios e pega atalhos providenciais. Entre nós existe um mundo de possibilidades mas, nesse momento, para mim, só existe a sua língua…

Em Algum Lugar…

sexy18

Em algum lugar dentro do seu abraço encontro minha verdadeira essência. Sou eu, em forma de promessa e verdade, em poesia e sacanagem. Cada espaço aberto do meu corpo se acomoda na sua chegada, cada poro se abre para absorver seus líquidos, e cada movimento se encaixa na sua respiração acelerada. Sou toda sua na forma mais íntima que possa existir: aberta, nua, e entregue…