Embaixo dos Lençóis

bunda

Embaixo dos lençóis se esconde sua fraqueza. Embaixo deles você me aceita: nua, inteira, devassa. Embaixo dos lençóis você me excita e me encontra. Você me manipula, me encoraja e me entrega o seu gozo. Embaixo deles, dos lençóis melados, você se esquece da vida e me diz que é minha… embaixo dos lençóis e em cima de mim…

Molhada

mariapoetafoto

Molhada para você, entre minhas pernas e na dobra da minha nuca. Molhada de suor, do meu suor e do seu. Molhada pela água do banho que escorre pelas minhas costas até alcançar meu rabo. Molhada por dentro e por fora. Molhada por você, em todos os meus cantos, com todos os seus líquidos…

Entregue…

sex

Hoje eu quero você assim: entregue. Quero seu corpo dentro de mim, quero sentir seus líquidos me encharcando, sua pressão me machucando e suas veias saltando. Quero ver seu rosto de dor enquanto exprime seus mais sinceros sussurros de prazer. Quero ver seus olhos se fechando e sua respiração aumentando. Quero você duro, firme, viril. E depois quero sentir a suavidade da sua despedida, pendendo cansado e esgotado de tanto entusiasmo. Ao final, quero te ver assim: melado, extasiado e feliz…

Seu Abraço

casalnu4Não quero seu sexo, quero o seu abraço. Não quero seu gozo, quero o seu amor. Não quero ser o seu prazer, quero ser o mundo, com todas as cores que você precisar para que ele fique mais real. Quero ser a sua inspiração para seguir em frente, quero ser o seu sorriso aparentemente sem motivo e a sua respiração mais profunda quando meu rosto aparecer sorrateiro na sua mente. Quero que grite meu nome com todas as forças dos seus músculos mais torneados e quero que me enterneça de carinho todas as vezes em que se deitar ao meu lado…

Seu Olhar

olhar

E depois de tudo… A única coisa que lembro é do seu olhar. Do olhar sedutor, do olhar promíscuo, do olhar faminto. Desse olhar que me deixou constrangida… E “dormente”. Desse olhar que me fez entregar tudo o que eu não sabia que tinha para dar, mas dei. E daria mais toda vez que você me pedisse assim, com esse olhar fixo e obcecado. É esse olhar que busco nas minhas memórias toda vez que penso em você, o olhar de pedinte que me exige resposta e não admite negativas. Esse olhar que me invadiu por completo e que me deu outras possibilidades de amar. Amar sem medo de encarar o seu desejo, através do seu olhar maquiavélico e voraz. E se você me perguntar o que eu quero? Quero que você me olhe. Desse jeito… de novo.

Te Amo!

Te amo! É o que tenho vontade de dizer quando penso “nele”. Naquele abraço apertado que me aquece e me acomoda generosamente no seu peito. Ele, que me chama de puta e me olha com ternura quando me vê escovar os dentes. Ele, que está aí quando eu preciso e quando não preciso também, mas quero. Ele, que me deixa com vontade e que não me satisfaz sempre, só para me dar um gosto de quero mais. Ele, que me sufoca de tesão e que me estimula a ser mais. Ele, que me dá o que eu nem pedi. Ele que me quer mesmo com o cabelo despenteado e a depilação atrasada. Ele, que não se importa pelas futilidades do dia-a-dia e que não exige o conhecimento político-financeiro do cotidiano, mas que me faz ler mais do que eu necessitaria para me sentir culta. Ele, que me faz parir para perpetuar a nossa linhagem pelo Mundo. Ele, que me cheira inteira e sorri de satisfação. Ele, que é muito mais do que um amigo e um pouco menos que um amante. Ele, que consegue encontrar o equilíbrio perfeito entre os hemisférios norte e sul do meu corpo… para ele eu digo: Te amo!

Molhada

Molhada espero por seu toque. Molhada me contorço de prazer só de pensar na sua língua deslizando por todos os meus contornos e absorvendo os líquidos que saem do meu corpo em direção ao seu. Molhada me entrego para você, sem pudor, sem pressa, sem direção. Molhada, dou o melhor de mim, o meu espaço sagrado e o meu espaço restrito também. Molhada, sou completamente sua, de todas as formas e do jeito que você quiser…

Vontade de Você

casal2

Vontade de engolir você. De engolir suas dobras, suas curvas, seu eu. Vontade de você dentro de mim, da sua pele contra a minha, do cheiro do seu shampoo, do suor quente que escorre, da saliva que molha minha genitália, do pudor que você tem quando te olho assim, exposta. Vontade de engolir você, inteira…

Te espero

casalnu2

Te espero com braços abertos e mãos apertadas. Te espero com aflição entre minhas pernas e com gosto de saliva em excesso. Te espero nua, aberta, exposta. Te espero com vontade e espero que seja uma entrada devastadora. Mas espero também que seja demorado e que seja suave o beijo de amor que você vai me dar, bem ali, no meu espaço mais sagrado e mais escondido…

Meu Gozo

nuaporta

Meu gozo é mais molhado quando estou com você. É mais intenso e verdadeiro quando vem através do seu toque. Meu gozo se transforma em oração quando você me abençoa, vira música quando você me toca e escorre como uma cachoeira quando você, simplesmente, me olha. O gozo é meu e a culpa, é sua…

Meu

sexy7

Meu. É meu todo o seu tesão. É meu o seu desejo, o seu corpo, o seu calor. É meu tudo o que vem de você, com sabor salgado e cheiro doce. É todo meu o seu amor, demonstrado através do seu toque ou da sua permissão para as minhas entradas. É meu o seu universo mais oculto, aquele em que a sua verdade aparece nua, sem encenação e sem pudor.

Toque

sexy16

Se alguém tocar seu corpo como eu, não diga nada. Se detenha ao silêncio que sua alma pede, perceba os segundos que se esvaem pelos dedos dele e pressione seu sexo com vigor. E enquanto ele toca suas partes mais frágeis, se lembre de mim, com saudade e vontade…

Distraída

mulhersexy

Distraída com o som da sua voz, caminho em passos lentos. Distraíada com toque da sua mão no meu corpo, vago pela rua. Distraída com o sabor dos seus líquidos, engulo meu café sem gosto. Distraída por seu olhar faminto eu me aproximo. Distraída por você, eu me apaixono e me entrego…

Entre Nós…

bruno-gagliasso-compartilha-fotos-calientes-de-seu-ensaio-com-a-mulher

Entre seus lábios os meus escorrem de prazer. Entre suas mãos meu corpo se estremece de tesão. Entre minhas pernas você controla minha vida, me guia pelos caminhos mais óbvios e pega atalhos providenciais. Entre nós existe um mundo de possibilidades mas, nesse momento, para mim, só existe a sua língua…

Em Algum Lugar…

sexy18

Em algum lugar dentro do seu abraço encontro minha verdadeira essência. Sou eu, em forma de promessa e verdade, em poesia e sacanagem. Cada espaço aberto do meu corpo se acomoda na sua chegada, cada poro se abre para absorver seus líquidos, e cada movimento se encaixa na sua respiração acelerada. Sou toda sua na forma mais íntima que possa existir: aberta, nua, e entregue…

Miau

miau

Me estico inteira tentando sentir seu cheiro. Me exponho, me abro, me alargo. Não deveria aceitar seu instrumento de prazer me penetrando de todas as formas, mas acabo cedendo como uma gata no cio. Sou mais rasteira na janela que na cama, prefiro um salto alto e estou sempre, sempre disponível… Miau!

 

À Tua Espera

20111205_f_014

Meu pecado é esperar por você, todas as tardes, no horário do almoço. Meu pecado é ser assim, carinhosa e vulgar. Dar meu corpo em troca de migalhas de amor. Meu pecado é gostar disso… gostar de ser seu objeto de prazer, moldado para satisfazer todas as suas loucuras, enquanto outra tem a sua companhia na hora do jantar. Meu pecado é saber que você só faz comigo o que jamais fará com ela. E que quando faz com ela… pensa em mim. Meu pecado é você.

Marcas

nuatatuada

Tatuadas em minha pele estão as marcas que você deixou. São coloridas as lembranças que me movem para frente, em descompasso com os vazios que não foram preenchidos. São eternas as marcas da dor que demonstram todo o tempo que entreguei ao cultivá-las. São essas marcas que despertam minha vontade, a vontade que invade meu ser e busca seu calor entre o vão das minhas pernas. São elas, as marcas, que me lembram que sou manchada de tesão e angústia; que as pontas das minhas extremidades suplicam por seu toque e, que minhas águas secas não mais me enxarcam sem o seu prazer a chamá-las. Essas marcas são as lembranças de todos os seus desenhos em mim, das lembranças do seu corpo, dos seus líquidos e do seu cheiro…

Seu Sabor

nua

Entre minhas partes guardo seu prazer. Entre elas te saboreio sem culpa. Tenho seu sabor e sua textura impregnados nas dobras da minha memória… São seus os gemidos de prazer, que ecoam no meu corpo dormido. São suas as mãos que vagaram pelas zonas proibidas do meu derriére. É seu o meu gozo, que agora transborda pelas lembranças pecaminosas do nosso sexo sujo e divino…

Seu Olhar

olhar

E depois de tudo… A única coisa que lembro é do seu olhar. Do olhar sedutor, do olhar promíscuo, do olhar faminto. Desse olhar que me deixou constrangida… E “dormente”. Desse olhar que me fez entregar tudo o que eu não sabia que tinha para dar, mas dei. E daria mais toda vez que você me pedisse assim, com esse olhar fixo e obcecado. É esse olhar que busco nas minhas memórias toda vez que penso em você, o olhar de pedinte que me exige resposta e não admite negativas. Esse olhar que me invadiu por completo e que me deu outras possibilidades de amar. Amar sem medo de encarar o seu desejo, através do seu olhar maquiavélico e voraz. E se você me perguntar o que eu quero? Quero que você me olhe. Desse jeito… De novo.

Nua e Suada

nua

Quero você. Quero que suas dobras se curvem ao meu desejo e quero seu perdão em posição fetal. Quero todos os seus membros apoiados no chão e seus orifícios abertos para o meu prazer. Quero você nua e suada; quero puta e domesticada. Quero seu prazer na minha boca e seu desejo nas minhas mãos. Quero você entregue e obediente. Quero você na cama e fora dela também. Quero te machucar de tanto prazer, e te fazer implorar por mais com as gotas do seu tesão…

Opostos

preto+e+branco

Adoro ser o seu oposto… O oposto que se encaixa perfeitamente na curvas assimétricas do seu corpo, quando está em movimento. O oposto doce dos meus lábios que degusta o amargo dos seus líquidos. O oposto feminino que acolhe e acoberta seus pecados mais ferozes. Adoro ser eu, a estranha criatura que existe para servir na cama aos seus devaneios e, também, para explodir de paixão por eles. Adoro os nossos contrastes… E adoro todos os que formam alguma dor, na entrada ou na saída, da forma que for, com ou sem amor, mas com vontade…

Seu Suor

seio perfil preto e branco

Hoje tudo o que preciso é de um pouco do seu suor no meu corpo molhado. Preciso dele, do suor cheio de pecados aflorados no caos da minha vontade. Do suor espontâneo, que vem com cheiro de sexo e lembranças criadas. Quero ele, o seu suor mentiroso, aquele que mente quando esconde o seu desejo por outra, só para entregar o meu prazer. Quero seu suor com todas as emoções que ele traz, com a umidade excessiva e o calor que acompanha sua vontade. Preciso dele, do seu suor sujo de desejos perversos e de maldades não concretizadas. Do suor que tem a medida certa para a acidez do meu corpo…

Quero…

sexy16

Quero que você penetre minha alma, coma meu corpo e engula minha essência… Que me mate de tanto gozar. Quero estremecer nos seus braços só pelo contato da sua língua nas minhas partes mais íntimas, para te mostrar toda minha paixão. Quero ter o domínio do seu prazer dentro de mim e sentir todos os líquidos do seu corpo me mostrarem o quanto você me quer. Quero ficar enxarcada neles e transbordar em todos os sentidos de prazer que possam existir. Quero muito mais que o seu corpo em uma linguagem gestual,  quero seu desejo através do seu olhar faminto. Quero seu pensamento em sintonia com as gotas que insistem em cair em súplicas de dor e angústia, misturadas com  as brutalidades de amor que só nós conhecemos…

Umidade

Sua Falta

Quero estar imersa em seu suor e saliva, ficar molhada com toda a sua umidade e encharcada com o nosso gozo. Quero ficar alagada de prazer, e respirar só com o ritmo do seu pulso se acalmando, depois de toda a intensidade que vivemos. Quero seu corpo transpirando, com seus poros se abrindo para o meu desejo e suas extremidades me indicando sua vontade. Quero ficar embebida de toda intimidade que existe em você, por fora, e também por dentro…

Sua Falta

nuu

Quando me perguntam se eu sinto falta de você, automaticamente respondo que não. E não sinto mesmo. Sinto falta do seu cheiro, da sua pele, do seu tesão. Sinto falta da sacanagem original, da nossa verdade, que era contada na cama, sem lençóis ou pudores. Sinto falta do seu sexo e do seu desejo. Tenho vários “gozos orgânicos”, mas nenhum se compara ao gozo pleno que eu tinha em cima ou embaixo de você. Sinto falta daquele prazer raro e difícil,  de toda a putaria que viciou meus sentidos em busca da emoção do seu corpo, cada vez que ele “chora de tesão” por mim…

 

Efêmero

mulherdormindo

O medo que existe não é de você, ou de mim. É o do amanhã que nos espera na esquina. Que torna efêmero todo gesto de conquista e prazer. O sexo com gosto de imoral só é imoral enquanto existem novos caminhos a serem explorados. E esses caminhos me levam a todos os cantos do seu corpo, beijando cada centrímetro mais indecente do seu espaço mais privado. Nas horas que antecedem o dia seguinte, não existem barreiras ou limitações para tudo que é passageiro. Mas sempre antes do dia amanhecer…

 

Tudo

sexy15

Tudo: é o que eu quero quando penso em você. Quando penso em nossos corpos nus, juntos. Sem nenhum pudor ou arrependimentos, só penso no momento em que vou poder explorar todos os seus contornos e engolir sua saliva mais íntima. Penso em tudo o que não posso dizer, mas que desejo ansiosamente fazer. Penso no vazio que tenho quando não estou ao seu lado, e que “tudo”, muitas vezes se resume somente ao som da sua voz… Quero tudo, e mais um pouco ainda. Quero ser doutrinada nas suas regras e me conter dentro delas. Mas quero não deixar em pensamento o que minha mente suja planeja para nós. Enquanto isso, vou de roupa buscar sua encomenda, para quando puder entregá-la, tirar e te dar tudo…

 

“Entre Aspas”

inquietude

Entre aspas escondo a minha sinceridade e deixo nas entrelinhas o que não posso dizer, mas posso fazer. E faço, com dois ou três dedos, dentro do abismo que existe entre a minha consciência e o meu desejo. Porque só mesmo entre aspas consigo me encontrar dentro de você de forma autêntica. E, entre aspas, posso me deliciar com o prazer pecaminoso que é entregar o que a minha mente suja arquitetou para o seu prazer, sem pudor em admitir que a minha desonra moral será completamente castigada na moldura limitante da sua cama sagrada. E se quero seu corpo mais profundamente do que jamais quis outro, o quero sem pressa e sem censura. Mas o quero entre aspas, despido e desnudo de toda a sua proteção, e entregue em meias verdades a serem contadas aos poucos… Entre aspas…

“Mais”

sexy18

Mais de você. Mais, muito mais. Quero assim, que de tão perto chega a estar dentro de mim.  E dentro, grita de prazer e chora de emoção. Quero você, mexendo e gemendo. Quero você me tocando. E também me machucando… Quero toda a dor e prazer que conseguir aguentar. Quero mais do que seu corpo. Quero sua vontade absoluta. Quero você inteiro e também por partes. Quero seu tesão e seu desejo. Quero mais de você. Mais, muito mais…

Cotidiano

image45O que mais gosto em nossa história é o nosso cotidiano. Sempre natural, em meias palavras ou meias verdades. Sem nenhuma imaginação ou maquiagem. A vida pura e limpa como de quem acaba de lavar o rosto com um simples sabonete de glicerina. Sem nenhum perfume para sentir o cheiro que exala de você, que acabou de sair do banho e, ainda molhado com gotas de água entranhadas em seus pêlos e cabelos, me olha sem pudor e me espera com pressa. A rotina que nos invade a intimidade também nos coloca reféns de nossos próprios atos e nos legitima em nosso sexo mecânico e sem cuidados, mas nem por isso menos intenso. Como reflexo do nosso gozo cotidiano temos a nossa história matinal, envolta entre escovas de dentes e toalhas úmidas…

Uma Puta…

No olhar que me fixou, me tirou do rumo por um instante… veio em silêncio e tirou a roupa… sem pedir permissão começou a beijar minha nuca e a deslizar sua língua pela borda da minha orelha. Senti meus pelos levantarem, o bico do meu peito endurecer e minha calcinha ficar molhada. Senti meu sangue quente baixar até meus pés. A única coisa que eu pensava: quero ele inteiro dentro de mim. Quero que me machuque, que me devore, que me liberte de mim mesma. Quero ouvir que sou puta no momento em que entra. Sentir-me cachorra e devassa…. quero ser dona do tesão dele. E quero a resposta do gozo mais intenso como prova do seu desejo. Quero mais. Quero inteiro. Quero tudo… até o momento em que não quero mais nada… viro pro lado e relaxo. Quero dormir. Sozinha. Sem toques ou carinhos. Não quero mais. Agora, quero somente o meu corpo. Refazê-lo como santuário, depois da orgia que vivenciei em meu pensamento. Quero paz no meu espírito em contraponto a dormência sinalizadora dos meus pés. Quero ele, aqui, me vendo dormir e desejando que nas próximas noites também seja eu a estar do seu lado. Foi quando ouvi o barulho da porta. Saiu sem nem dizer adeus. Agora sim, me senti puta de verdade…