Arquivo da categoria: Indecente

Juntos

nude1

Juntos nossos corpos respiram em um mesmo compasso, transpiram emoção e estremecem de dor e prazer a cada novo gesto, a cada nova manobra… nossos corpos se completam toda vez que se juntam nus, inebriados pelo cheiro que exalamos e pela eletricidade que compartilhamos toda vez que nossos dedos tocam as partes mais íntimas e escondidas da nossa vaidade genuina. Juntos somos mais viris e verdadeiros; juntos suamos e nos cansamos, salivamos e bebemos nossos líquidos. Juntos entoamos o hino da nossa história, cheia de agudos e graves, melodias e frases… cheia de gozo, de prazer e de nós.


Nosso Caminho

O caminho que percorro para chegar até você, até aquele ponto em que não consigo mais parar e tenho que entrar dentro da sua alma revestida de carne, pele e pelos por todos os lados, me deixa cansado e extasiado. Esse caminho, que me entorpece ao mesmo tempo em que me vicia, me mostra a expressão mais explícita do seu rosto, aquela que me convida a explorar os ângulos mais obscenos e mais escondidos… aos poucos, descubro como devo fazer, por onde começar e como vamos terminar. E nesse caminho eu sigo até chegar mais perto do seu orgasmo, mesmo sem saber direito em qual momento ele vai nos encontrar…


Faça Comigo O Que Você Quiser…

suaboca

Faça comigo o que você quiser… agasalha meu corpo e esquenta minha alma; traga-me a paz que só você consegue trazer para a minha alma inquieta… abraça e toca meu corpo como você gosta de tocar . Faça-me sua com o poder da sua boca, da sua língua… diz pro meu corpo a hora de acordar, a hora de dormir e a hora de sentir prazer. Faça-me sentir viva com o poder do toque das suas mãos e com o contorno dos seus mamilos duros acariciando meu sexo; faça comigo o que você quiser…


Quero dar meu “furo”…


Quero poder dar o meu furo de forma feroz e lasciva; quero abster meu ser de recato e sensatez e proliferar a divina agonia que antecede o gozo preliminar e fulgaz, aquele que não precede de julgamentos e de ressalvas, e que imprime dor e prazer na mesma intensidade viril que projetam os homens de bem de uma sociedade falida e dependente de sexo bom na mesma medida da sua ordem e seu progresso…