De todos os pecados mundanos, o que me emociona é imaginá-la submissa, entregue, abastada de todo meu prazer; de todos os pecados, o que mais me instiga é o desejo de entrar dentro de você, de usurpar sua boa-fé e trazê-la para a imoralidade dos meus atos, de fazê-la engolir meus líquidos e respirar um pouco do meu ar poluído. De todos os pecados que comungo neste mundo perdido, é o seu olhar de aflição misturado com seu gemido, que me faz sentir vivo, inteiro e completamente seu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s