Arquivo do mês: novembro 2016

Marcas

nuatatuada

Tatuadas em minha pele estão as marcas que você deixou. São coloridas as lembranças que me movem para frente, em descompasso com os vazios que não foram preenchidos. São eternas as marcas da dor que demonstram todo o tempo que entreguei ao cultivá-las. São essas marcas que despertam minha vontade, a vontade que invade meu ser e busca seu calor entre o vão das minhas pernas. São elas, as marcas, que me lembram que sou manchada de tesão e angústia; que as pontas das minhas extremidades suplicam por seu toque e, que minhas águas secas não mais me enxarcam sem o seu prazer a chamá-las. Essas marcas são as lembranças de todos os seus desenhos em mim, das lembranças do seu corpo, dos seus líquidos e do seu cheiro…


Seu Sabor

nua

Entre minhas partes guardo seu prazer. Entre elas te saboreio sem culpa. Tenho seu sabor e sua textura impregnados nas dobras da minha memória… São seus os gemidos de prazer, que ecoam no meu corpo dormido. São suas as mãos que vagaram pelas zonas proibidas do meu derriére. É seu o meu gozo, que agora transborda pelas lembranças pecaminosas do nosso sexo sujo e divino…