Você

aberta

A espera de você… De alimentar minha alma e debater o que for. De ser tocada repetidas vezes por suas mãos indecentes, por sua boca voraz e por todo seu corpo que me machuca sem pudor. A espera dessa dor, de estar dentro de você, sem cansar de sentir seu orgasmo e mergulhar na sua aflição por ele.  Não quero você por partes, quero as portas abertas para descobrir seus desejos mais sujos e seus pensamentos mais obscenos. Quero sua redenção. E sua paixão. Quero que você me sinta só pelo cheiro e que me dê o controle dos seus movimentos. Quero vibrar dentro de você e te fazer sofrer de tensão pela espera do meu toque…

Sobre Cris Coelho

A minha literatura é livre de estereótipos, padrões e convenções. Ela entrega poesia onde há cotidiano. E renova minha fé em mim e no mundo. Cris Coelho, Escritora & Poetisa Ver todos os artigos de Cris Coelho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: