Lá Longe

Lá longe está o teu corpo, que contemplo em um olhar sedento. Que imagino se virando em várias formas e poses, que recito em poesias a beleza das curvas e da pele macia, que limpa, espera pelo meu toque. Te vejo longe, distante, inacessível. Te vejo de longe e, mesmo sem poder te alcançar, te vejo pronta para mim. De longe te sinto perto de mim, dentro das minhas veias, que insistem em pulsar quando grito seu nome na minha mente suja e desordenada. Te penetro com toda a vontade do mundo, em silêncio e devagar, mesmo estando longe…


Ela…

casalnu2

Ela me disse não. Eu respeitei. Me disse depois que poderíamos tentar, sem pressa. Comecei devagar, atendendo seu pedido. Fui gentil e delicado, até o momento em que ela se abriu toda e se esqueceu quem era. E foi ali, nas interseções dos lençóis sujos e dos corpos amassados, que nos tornamos um só. Sem pudor, sem pecado, sem restrição…


Estou Olhando Você…

amor

Sempre que você está assim, distraída, eu estou olhando você. Eu observo seus pequenos movimentos, o volume que seu corpo faz cada vez que você se contrai e a sua expressão relaxada cada vez que você se estica. Eu experimento suas dobras com a vontade do meu olhar, sacio minha curiosidade com a sua beleza e sinto o toque aveludado da sua pele só com o desejo do que observo…


Estremece

pele2

Meu corpo se estremece de prazer só em olhar para você. O calor da sua língua em contraste com a pele áspera ao redor dos seus lábios me faz gemer de prazer. Espero ansiosa suas mãos grossas apertarem minha carne com brutalidade e com vontade. Sou totalmente sua e faço do meu corpo sua morada sempre que você sentir fome ou frio…


Embaixo dos Lençóis

bunda

Embaixo dos lençóis se esconde sua fraqueza. Embaixo deles você me aceita: nua, inteira, devassa. Embaixo dos lençóis você me excita e me encontra. Você me manipula, me encoraja e me entrega o seu gozo. Embaixo deles, dos lençóis melados, você se esquece da vida e me diz que é minha… embaixo dos lençóis e em cima de mim…


Molhada

mariapoetafoto

Molhada para você, entre minhas pernas e na dobra da minha nuca. Molhada de suor, do meu suor e do seu. Molhada pela água do banho que escorre pelas minhas costas até alcançar meu rabo. Molhada por dentro e por fora. Molhada por você, em todos os meus cantos, com todos os seus líquidos…


Entregue…

sex

Hoje eu quero você assim: entregue. Quero seu corpo dentro de mim, quero sentir seus líquidos me encharcando, sua pressão me machucando e suas veias saltando. Quero ver seu rosto de dor enquanto exprime seus mais sinceros sussurros de prazer. Quero ver seus olhos se fechando e sua respiração aumentando. Quero você duro, firme, viril. E depois quero sentir a suavidade da sua despedida, pendendo cansado e esgotado de tanto entusiasmo. Ao final, quero te ver assim: melado, extasiado e feliz…